Beja

Prisão preventiva para suspeito de incendiar a própria casa em Serpa

Prisão preventiva para suspeito de incendiar a própria casa em Serpa

O homem, de 58 anos, suspeito de ter incendiado a sua habitação em Vila Nova de São Bento, no concelho de Serpa (Beja), no domingo, ficou em prisão preventiva, por decisão do tribunal.

Fonte do Comando Territorial de Beja da GNR disse à agência Lusa que o homem foi, esta terça-feira, presente a primeiro interrogatório judicial e que o Tribunal de Moura decretou a prisão preventiva como medida de coação.

"Vai ficar em prisão preventiva no Estabelecimento Prisional de Beja", acrescentou a mesma fonte.

O fogo atingiu uma residência na Rua da Esperança, em Vila Nova de São Bento, tendo o alerta sido dado aos bombeiros às 15.41 horas de domingo, segundo o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Beja.

Na sequência do incêndio, o suspeito, a mulher e um filho, todos residentes na casa, assim como um vizinho que foi ajudar, tiveram de receber assistência médica devido a inalação de fumos.

"A habitação ficou bastante danificada, o que obriga as pessoas que vivem na residência a serem deslocadas temporariamente para casa de familiares", referiu o CDOS.

O combate às chamas mobilizou operacionais e veículos dos Bombeiros Voluntários de Serpa e da GNR, além da viatura médica de emergência e reanimação (VMER) de Beja do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM).

Conteúdo Patrocinado