Justiça

Prisão preventiva para suspeito de incendiar casa da filha em Santo Tirso

Prisão preventiva para suspeito de incendiar casa da filha em Santo Tirso

A Polícia Judiciária (PJ) deteve, no sábado, um homem de 59 anos suspeito de incendiar, "por vingança", a habitação da filha em Santo Tirso, tendo-lhe sido decretada prisão preventiva.

Em comunicado, a PJ indica que a detenção "ocorreu na madrugada do passado sábado, na sequência de incêndio ocorrido ao fim da tarde de sexta-feira e que colocou em risco uma habitação unifamiliar" naquele concelho do distrito do Porto.

"Só a pronta intervenção da GNR e dos Bombeiros Voluntários locais impediram que o incêndio destruísse por completo a habitação", acrescenta.

O detido, indiciado pela prática do crime de incêndio em habitação, é pai da proprietária do imóvel "que se encontrava ausente do país".

"Para provocar a ignição, utilizou gasolina e, aquando da abordagem policial, evidenciava sinais de se encontrar alcoolizado, tendo atuado por vingança e desavenças com aquela filha", revela.