Premium

Prisões abastecidas para travar revolta dos reclusos

Prisões abastecidas para travar revolta dos reclusos

Guardas prisionais obrigados a fazer horas extras. Regresso às celas foi atrasado.

Os bares das cadeias de Custóias e de Paços de Ferreira reabriram, mas rapidamente produtos como tabaco, enlatados, pacotes de bolachas, enlatados ou pasta dos dentes desapareceram das prateleiras.

O JN sabe que houve reclusos, com maior poder económico, a gastar cerca de 300 euros para adquirir material, com o objetivo de o revender a preços mais elevados ao longo da semana.