Segurança

PSP de São Mamede de Infesta em Matosinhos fechada à noite por falta de meios

PSP de São Mamede de Infesta em Matosinhos fechada à noite por falta de meios

A esquadra da PSP de São Mamede de Infesta, em Matosinhos, no Porto, encerrou desde a passada sexta-feira o atendimento ao público no período noturno devido à falta de meios humanos, confirmou hoje à Lusa a câmara local.

Depois de questionada pela Lusa sobre esta situação, a autarquia adiantou já ter solicitado a intervenção do ministro da Administração Interna para que sejam criadas as condições para que a esquadra seja reaberta, dado abranger cerca de 41 mil residentes em São Mamede de Infesta e Leça do Balio.

Na nota, o município revelou já ter feito chegar à tutela uma carta com reclamações que tem vindo a receber, nomeadamente relacionadas com a redução do horário de funcionamento das esquadras e de aumento do tempo de resposta.

Além disso, na missiva a câmara manifestou a sua disponibilidade para colaborar numa solução que reforce a perceção de segurança, considerando que o policiamento de proximidade contribui "decisivamente" para o aumento da tranquilidade e qualidade de vida das populações.

No início do mês, a autarquia anunciou que as instalações da PSP de Matosinhos vão sofrer obras de requalificação e modernização que deverão arrancar no início de 2020, num investimento de 900 mil euros.

A Câmara Municipal de Matosinhos fica responsável pelo processo administrativo de lançamento do concurso público para a empreitada, enquanto o financiamento será assegurado pela administração central.

Adicionalmente, abriu concurso para 28 novos polícias municipais que estão prestes a entrar ao serviço, depois de um período de estágio.

A Lusa questionou o Ministério da Administração Interna para pedir um ponto de situação sobre esta matéria, mas até ao momento não obteve resposta.