Premium

"Quando se insulta um polícia, insulta-se o Estado"

"Quando se insulta um polícia, insulta-se o Estado"

Polícias indignados alegam que despacho polémico irá contribuir para o aumento de agressões a agentes da PSP.

"Um balde de água fria atirado aos polícias, que provoca uma desmotivação muito grande", "decisão que em nada contribui para o trabalho dos polícias", "um despacho que transmite um sentimento de impunidade total" e que "põe em causa a autoridade do Estado". Sindicatos da PSP e da GNR estão revoltados com a decisão da procuradora do Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) da Amadora que mandou arquivar, tal como o JN avançou na edição de quarta-feira, um inquérito relativamente a dois homens que chamaram "filho da p..." a um polícia, que também foi agredido com um murro.