Beja

Quatro homens condenados a prisão por tráfico de droga

Quatro homens condenados a prisão por tráfico de droga

Quatro homens, com idades compreendidas entre os 21 e os 48 anos, foram condenados pelo Coletivo do Juízo Criminal de Beja, a um total 20 anos e 6 meses de prisão, pelo crime de tráfico de estupefacientes, tendo uma das penas sido suspensa.

O primeiro caso diz respeito à repetição de um julgamento, realizado em outubro de 2018, e que o Tribunal da Relação de Évora mandou repetir na totalidade, uma vez que "não foram valoradas todas as provas produzidas em tribunal".

No primeiro julgamento, Ermelindo Semedo, 31 anos, residente em Rinchoa (Sintra), tinha sido condenado a 6 anos de prisão e Fábio Ferreira, de 21 anos, residente na Amadora, condenado a 5 anos. Os dois arguidos ficaram em prisão preventiva até trânsito em julgado do acórdão. Na repetição, o Coletivo, presidido pela magistrada Maria das Mercês, manteve as penas e medidas de coação, proferidas da primeira vez.

Os dois indivíduos foram detidos em 6 de março de 2018, no IC 1, em Grândola, no regresso "das compras", em Lisboa, tendo-lhes sido apreendidas 2010 doses de heroína, 94 doses de cocaína, 163 euros em numerário, um automóvel e seis telemóveis. Para "fidelizar os compradores", na aquisição de um "saco" de heroína no valor de 50 euros, "ofereciam" um pacote de heroína.

O segundo caso envolveu Vítor Cavaqueiro, de 48 anos, residente em Vale de Vargo, concelho de Serpa, que foi condenado a 6 anos e 6 meses de prisão, tendo os factos por que foi julgado ocorrido no período de suspensão de uma pena de prisão de 3 anos e 8 meses, a que foi condenado. O outro arguido, Francisco Santos, de 45 anos, residente na cidade de Serpa, acusado de um crime de menor gravidade, foi condenado a 3 anos de prisão, suspensa por igual período

Vítor tinha sido detido no dia 6 de julho de 2018, na EN 392, perto de Vila Nova de São Bento (Serpa), numa operação da GNR quando, regressava de Espanha. Ao aperceber-se da presença dos militares, arremessou para fora da viatura um saco com uma bola de cocaína com 72,160 gramas que dava para 121 doses. Numa busca domiciliária à habitação do suspeito, foram encontradas diversas quantidades e qualidades de estupefacientes.