Violência doméstica

Queimou cabeça da companheira com isqueiro e desodorizante

Queimou cabeça da companheira com isqueiro e desodorizante

Um homem de 39 anos de idade foi deito por violência doméstica pelo PSP da Amadora. O suspeito agrediu a companheira com socos e atingiu-a com um jato de fogo na zona da cabeça.

"O suspeito, com recurso a um isqueiro e um desodorizante, ateou fogo à sua companheira, causando-lhe queimaduras de 1º grau na zona da cabeça, face e pescoço. Para além disso, agrediu-a ainda com vários socos na zona do peito, tudo levando a que a vítima necessitasse de cuidados hospitalares", relata a PSP em comunicado.

Quando a PSP tomou conhecimento destes factos, iniciou de imediato as diligências de investigação, as quais resultaram na detenção do agressor, companheiro da vítima, na freguesia de Mina de Água, Amadora, no dia 4 de maio.

As agressões foram presenciadas por duas menores, que foram sinalizadas para o correspondente processo de promoção e proteção.

O detido, já com antecedentes por crimes de ofensa à integridade física, foi presente no Tribunal Judicial da Comarca Lisboa Oeste - Amadora, para 1º interrogatório tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de Prisão Preventiva.