Premium

Rangel e Vieira já podem falar com fim de segredo na "Lex"

Rangel e Vieira já podem falar com fim de segredo na "Lex"

Já foi levantado o segredo de Justiça interno da operação Lex, em que o juiz Rui Rangel é arguido por suspeitas de ter recebido contrapartidas para exercer tráfico de influências em decisões judiciais.

Com esta decisão, também foram alteradas as medidas de coação aplicadas aos 13 arguidos, entre eles Luís Filipe Vieira, presidente do Benfica. O juiz deixou de estar proibido de contactar com o dirigente e ambos encontraram-se e conversaram, anteontem à noite, na festa dos 15 anos da inauguração do Estádio da Luz e da presidência de Vieira.

No jantar de aniversário também esteve presente outro arguido da operação Lex, o vice-presidente do Benfica, Fernando Tavares, e o encontro entre os três suspeitos, fotografado por jornalistas, levantou uma onda de indignação nas redes sociais por causa de uma suposta proibição que, afinal, já não existe (ler caixa).