Premium

Recruta da GNR ferido teve de pedir para ser assistido

Recruta da GNR ferido teve de pedir para ser assistido

Um dos dez guardas provisórios do 40.º Curso do centro de Formação da GNR, em Portalegre, feridos durante treinos de uso de bastão extensível, só no fim da aula, e por sua iniciativa, é que foi visto na enfermaria da unidade, tendo sido, de imediato, encaminhado para o hospital. Viria a ser operado a uma fratura.

Cerca de uma dezena de formandos do referido curso sofreram graves lesões e traumatismos que obrigaram a internamento hospitalar e a intervenções cirúrgicas. Decorrem inquéritos na GNR, na Inspeção-Geral da Administração Interna. O Ministério Público também já está a investigar a eventual existência de crimes no comportamento dos instrutores.

Num vídeo sobre um dos treinos, que o JN divulgou, um dos formadores, completamente protegido por uma armadura acolchoada, desfere vários socos sobre um recruta indefeso, muitos na cabeça e alguns quando ele já tinha caído. Em consequência destes incidentes, o comandante do Centro de Formação foi exonerado.

ver mais vídeos