Porto

Relação aumenta pena de motorista violador de mulheres deficientes

Relação aumenta pena de motorista violador de mulheres deficientes

O motorista da Segurança Social, de 56 anos, condenado a cinco anos e meio de prisão no ano passado, por ter abusado, no Porto, de duas mulheres deficientes, foi agora sentenciado pelo Tribunal da Relação a sete anos de cadeia.

Os desembargadores aumentaram a pena por terem dado como provado o abuso de duas outras mulheres deficientes. O indivíduo ainda está em liberdade.

Leia a nossa Edição Impressa ou tenha acesso a todo o conteúdo no seu computador, tablet ou smartphone assinando a versão digital aqui

ver mais vídeos