Fiscalização

SEF deteta 14 imigrantes ilegais em empresa de entrega de refeições

SEF deteta 14 imigrantes ilegais em empresa de entrega de refeições

Dos 21 estafetas estrangeiros identificados pelo Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, 14 estavam em situação ilegal e foram notificados para deixar o país em 20 dias.

À empresa foi aplicada uma contraordenação por utilização de atividade de cidadão estrangeiro em situação ilegal.

A operação de controlo documental realizou-se na quarta-feira e visou cidadãos estrangeiros que entregavam e faziam o transporte de refeições ao domicílio em viaturas motorizadas na zona de Lisboa.

Este mês de dezembro, o JN já tinha feito uma reportagem sobre este modelo de negócio, incluindo a utilização de cidadãos estrangeiros como principal força trabalhadora.

No total, foram identificados 21 cidadãos estrangeiros, tendo sido detetados 14 em situação irregular, avança um comunicado do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF).

À entidade empregadora foi aplicada uma contraordenação por utilização da atividade de cidadão estrangeiro em situação ilegal.

Foram ainda levantados os respetivos processos de contraordenação aos cidadãos irregulares detetados na operação por exercício não autorizado de atividade profissional independente.

A operação contou com a colaboração da Policia de Segurança Pública (PSP).