O Jogo ao Vivo

Alentejo

SEF deteta em Estremoz estabelecimento de "alterne e prostituição"

SEF deteta em Estremoz estabelecimento de "alterne e prostituição"

Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) anunciou, este sábado, ter detetado, numa ação de fiscalização, um estabelecimento de diversão noturna em Estremoz "onde se praticava o alterne e a prostituição".

O SEF, em comunicado divulgado hoje, explicou que a operação decorreu "no final da semana", no âmbito de uma investigação relacionada com "indícios da prática de crimes de auxílio à imigração ilegal e lenocínio".

Os 15 inspetores do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras que estiveram envolvidos na ação apreenderam uma "vasta prova que confirmou" estes mesmos indícios, pode ler-se no comunicado.

Os proprietários do estabelecimento de diversão noturna visado pela fiscalização, acerca dos quais o SEF não divulgou qualquer informação, foram notificados para comparecerem em tribunal para interrogatório, cuja data e local também não foram revelados.

No total, acrescentou, "foram identificadas nove mulheres, quatro nacionais e cinco de nacionalidade estrangeira, com idades entre os 25 e os 40 anos", as quais já foram "inquiridas como testemunhas".

A agência Lusa procurou hoje obter mais esclarecimentos sobre este caso junto do SEF, através do telefone, mas não conseguiu contactar qualquer responsável.

ver mais vídeos