Rede

SEF deteve angariador de mulheres para casamentos por conveniência

SEF deteve angariador de mulheres para casamentos por conveniência

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) deteve, em Lisboa, um homem suspeito de pertencer a um grupo que recrutava mulheres portuguesas para casamentos de conveniência.

O homem, que atuava na rede como angariador de mulheres, foi detido na zona de Lisboa no cumprimento de um mandado de detenção europeu emitido pela Bélgica e foi já extraditado para aquele país, onde se encontra atualmente em prisão preventiva. De acordo com o SEF, "pertencia a um grupo criminoso, indiciado pelos crimes de associação ao auxílio à imigração ilegal, imigração ilegal, falsificação ou contrafação de documentos, casamentos de conveniência e associação criminosa, desmantelado pelo SEF, em janeiro deste ano, no âmbito de uma operação denominada "Amouda".

No âmbito da investigação, o SEF "colaborou na última semana com a polícia alemã na realização de sete buscas domiciliárias na Alemanha, nas localidades de Karlsruhe, Aalen, Freiburg e Mahlberg".

Uma equipa de quatro Inspetores do SEF e um elemento da Europol acompanharam as autoridades locais em todas as diligências e as buscas foram solicitadas pelas autoridades portuguesas, no âmbito da investigação conjunta que decorre com as policia belga e alemã.

"Desta operação resultou a apreensão de documentação diversa que comprova a atividade da rede, nomeadamente Certidões de Casamento fraudulentas, passaportes de cidadãs portuguesas, comprovativos de pagamentos de viagem e recibos de envio de dinheiro entre membros da rede, bem como diverso equipamento, como smartphones e computadores portáteis", sublinha o SEF.