Lisboa

Suspeito de atropelamento junto à Luz ouvido por juiz no sábado

Suspeito de atropelamento junto à Luz ouvido por juiz no sábado

O suspeito do atropelamento mortal ocorrido junto ao Estádio da Luz, em Lisboa, na madrugada de sábado, e que se entregou na quinta-feira às autoridades, vai ser presente a um juiz no sábado.

O homem, de 36 anos, era para ser presente esta sexta-feira à tarde a primeiro interrogatório judicial no Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa, mas, devido à realização de uma diligência, o suspeito só irá ser presente ao juiz de instrução criminal no sábado, a partir das 09.30 horas, para aplicação das medidas de coação.

Luís Pina, com ligações a uma claque do Benfica, entregou-se ao início da tarde de quinta-feira à Polícia Judiciária (PJ), em Lisboa, acompanhado pelo seu advogado, Carlos Melo Alves que, à saída das instalações da PJ disse aos jornalistas que o seu constituinte "não matou ninguém" acrescentando que, o que aconteceu, "foi um acidente" provocado pela fuga aos adeptos do Sporting.

Um homem de 41 anos, de nacionalidade italiana, morreu na madrugada de sábado passado (dia 22) na sequência de um atropelamento e fuga junto ao Estádio da Luz.

O atropelamento mortal deu-se horas antes de um jogo entre o Sporting e o Benfica, da 30.ª jornada da I Liga, no Estádio José Alvalade, em Lisboa.

Na terça-feira, a Polícia Judiciária recuperou o automóvel que terá sido utilizado no atropelamento mortal, na Amadora, e foi rebocado para ser sujeito a perícias.

A Procuradoria-Geral da República (PGR) já tinha anunciado a abertura de um inquérito que corre termos no Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Lisboa.

ver mais vídeos