Crime

Terrorista português ligado ao Estado Islâmico detido pela Judiciária

Terrorista português ligado ao Estado Islâmico detido pela Judiciária

Detido durante uma busca domiciliária ficou em prisão preventiva. Terrorista apoiava combatentes do Estado Islâmico a partir do Reino Unido.

A Polícia Judiciária (PJ) anunciou a detenção de um português acusado de recrutar combatentes para o auto-proclamado Estado Islâmico. O terrorista nacional, que estava radicado no Reino Unido, foi detido na madrugada do último domingo e sujeito a primeiro interrogatório judicial nesta segunda-feira. No final, foi colocado em prisão preventiva.

Em comunicado, a PJ avançou que, "em sede de investigação criminal que versa sobre crimes de terrorismo, nomeadamente no que concerne à participação de cidadãos nacionais nas fileiras do Estado Islâmico, foi desenvolvida uma ação policial para efetuar a detenção de indivíduo suspeito de ter prestado apoio a combatentes daquela organização terrorista". No âmbito dessa ação, continua a Judiciária, efetuou-se "uma busca domiciliária à residência" onde o terrorista se encontrava.

"Recorde-se que o cidadão ora arguido está radicado no Reino Unido há vários anos, sendo a partir de lá que desenvolveu diversas atividades em prol do Estado Islâmico, nomeadamente como apoio e facilitador ao movimento de outros nacionais para os territórios do Iraque e do norte da Síria", lê-se ainda no comunicado.

Segundo a PJ, a investigação que levou à detenção do português prossegue, mas está circunscrita "essencialmente aos residentes em território nacional", sendo "os casos dos outros nacionais da diáspora tratados diferentemente e em sede própria".