Porto

Testemunha contradiz suspeitos de lançarem menor na prostituição

Testemunha contradiz suspeitos de lançarem menor na prostituição

Arguidos tinham alegado que desconheciam a idade e que estava fugida de instituição. Menor foi encaminhada para a prostituição nas ruas do Porto.

Uma testemunha chamada a depor no caso da adolescente de Évora seduzida no Facebook e que acabou obrigada a prostituir-se nas ruas do Porto, disse, na quarta-feira, ao tribunal que "todos sabiam que ela era menor e que estava fugida" de uma instituição.

Leia a nossa Edição Impressa ou tenha acesso a todo o conteúdo no seu computador, tablet ou smartphone assinando a versão digital aqui

ver mais vídeos