Viana do Castelo

Tiroteio num bairro de Darque onde PJ de Lisboa fez detenções

Tiroteio num bairro de Darque onde PJ de Lisboa fez detenções

Os bombeiros Voluntários e Municipais de Viana do Castelo foram chamados às imediações de um bairro social na vila de Darque, após alerta de tiroteio.

Duas pessoas foram assistidas ontem à noite, devido a ferimentos sofridos, durante uma operação policial em Darque, que envolveu a Polícia Judiciária e a PSP de Viana do Castelo, e em que se ouviram tiros.

Segundo fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Viana, foi recebido um alerta cerca das 21.30 horas, para uma ocorrência na Praça S. Sebastião, naquela freguesia de Viana do Castelo, onde "duas vítimas foram assistidas e não transportadas a unidade de saúde".

No socorro estiveram envolvidos cinco operacionais com duas ambulâncias dos Bombeiros Voluntários e Municipais.

A operação decorreu, segundo fonte da PSP, na via pública, no centro da vila de Darque, com o apoio daquela força policial, sendo que dois detidos sofreram, no âmbito da intervenção, escoriações, que necessitaram de tratamento.

As fontes das duas corporações de bombeiros revelaram à Lusa que, no local, encontravam-se ainda oito inspetores e dois veículos da Polícia Judiciária (PJ) de Lisboa e sete agentes e dois viaturas do Comando Distrital da PSP.

Contactado pela agência Lusa, o segundo comandante da PSP distrital, Raul Curva, disse ter-se tratado de uma operação da PJ de Lisboa, no cumprimento de um mandado de captura.

Raul Curva disse desconhecer os crimes de que são suspeitos os detidos, referindo que a PSP foi acionada, cerca das 21 horas, para apoiar aquela operação.