Feira

Tribunal julga assaltantes que ameaçavam cortar garganta às vítimas

Tribunal julga assaltantes que ameaçavam cortar garganta às vítimas

Três homens, naturais de Canelas e Mafamude, em Gaia, começaram, esta quinta-feira, a ser julgados no Tribunal da Feira por vários crimes relacionados com um assalto efetuado ao posto de combustível da Prio, em São João de Ver. Munidos de facas, ameaçavam cortar a garganta às vítimas.

Os arguidos respondem por um crime de furto, dois crimes de roubo qualificado, dois crimes de sequestro, um crime de dano e um outro de incêndio florestal.

Os factos remontam a fevereiro de 2017. Segundo a acusação do Ministério Público, o trio começou por furtar um veículo no parque de estacionamento do edifício Palmeiras, em Lourosa, que terão usado para se deslocarem até ao posto de combustível da Prio, junto à Estrada Nacional (EN1), em São João de Ver, Feira.

No local, os arguidos imobilizaram o veículo em frente à porta de entrada da loja, taparam os rostos, colocaram luvas e muniram-se de facas. Entraram na loja com as caras cobertas e empunharam as facas que levavam. "O dinheiro para cá já", terão dito ao cliente e funcionário que ali se encontravam.

Um dos assaltantes terá ordenado ao cliente que se colocasse de joelhos, encostando-lhe a faca ao pescoço e exigindo-lhe a entrega do dinheiro que tinha, sempre com a ameaça do corte de garganta.

Um segundo assaltante ter-se-á aproximado do funcionário do posto de combustível, empurrando-o contra a parede e encostando-lhe também a faca no pescoço, para que lhe desse o dinheiro e destrancasse a caixa registadora.

O trio de assaltantes acabou por se apoderar de 89 euros em dinheiro e vários maços de tabaco e chocolates no valor de 219 euros. Ainda antes de se colocarem em fuga, ameaçaram as duas vítimas. "Calem-se senão corto-vos a garganta", disseram.

Os assaltantes prenderam depois as vítimas dentro da casa de banho e colocaram-se em fuga em direção à freguesia de Mozelos. Numa zona de mato, atearam fogo à viatura que usaram no assalto.