Premium

Unidades musculadas da polícia vigiam postos na greve dos motoristas

Unidades musculadas da polícia vigiam postos na greve dos motoristas

Cerca de 70% do efetivo da GNR e da PSP estará mobilizado em locais prioritários como gasolineiras, refinarias e entrepostos comerciais. Plano de segurança já obrigou a cancelar folgas de polícias.

Cerca de 70% do efetivo da PSP e da GNR está mobilizado para fazer face à greve dos motoristas. O estado de prontidão é ainda maior nas unidades musculadas, tendo sido dadas ordens para que os elementos da Unidade Especial de Polícia (UEP), do Grupo de Intervenção e Operações Especiais (GIOP) e dos Destacamentos de Intervenção, ambos da GNR, estejam prontos a atuar a partir das 9 horas de segunda-feira. Mesmo os que estavam de folga.

Apesar de as forças de segurança já terem o plano de segurança delineado, o advogado Pedro Pardal Henriques referiu, na quinta-feira, que ainda espera "uma contraproposta [dos patrões] para evitar a greve". O prazo limite é o início dos plenários de trabalhadores dos dois sindicatos que convocaram a greve (sindicatos dos Motoristas de Matérias Perigosas e Independentes de Motoristas de Mercadorias), marcados para sábado.