Vila do Conde

Usavam loja para vender droga plantada no quintal

Usavam loja para vender droga plantada no quintal

Núcleo de Investigação Criminal de Matosinhos da GNR deteve dez suspeitos de tráfico de droga. Foram apreendidos 95 pés de canábis.

Nove homens, com idades entre os 17 e os 31 anos, e uma mulher, com 20 anos, foram detidos ontem, quarta-feira, pelos crimes de tráfico de estupefacientes e detenção de arma proibida, no concelho de Vila do Conde.

Após uma investigaçao de sete meses, "os militares apuraram que o grupo utilizava um estabelecimento comercial para vender a droga, enquanto mantinha uma plantação de canábis no quintal de uma residência", explica a GNR em comunicado.

Foram cumpridos 18 mandados de busca domiciliárias e 18 não domiciliárias, em veículos e estabelecimentos comerciais, que culminaram na apreensão de 247 doses de liamba, 81 doses de haxixe, 95 pés de canábis, dez doses de cocaína, uma balança de precisão, material utilizado no cultivo, acondicionamento e corte da canábis, duas estufas, uma arma elétrica dissimulada sob a forma de lanterna, 18 telemóveis, um veículo e 2672 euros em numerário.

No decorrer das buscas, foi ainda possível identificar e apreender sete aves de espécies autóctones, nomeadamente, dois travessos, dois pintarroxos e três pintassilgos, bem como uma gaiola, os quais foram entregues no Parque Biológico de Gaia.

Os detidos, dos quais um com antecedentes criminais pela prática deste tipo de crime, irão ser apresentados esta quinta-feira ao Tribunal Judicial de Vila do Conde.