Premium

Vai pagar mil euros aos patrões por levar namorado "stripper" para o trabalho

Vai pagar mil euros aos patrões por levar namorado "stripper" para o trabalho

Uma empregada de balcão de uma cafetaria foi condenada a indemnizar a sua ex-entidade empregadora em mil euros. Motivo: o namoro com um indivíduo que trabalhava num bar de "striptease" provocou má imagem no estabelecimento e afastou a clientela.

A trabalhadora terá também de pagar um montante ainda a fixar, referente aos proveitos que a loja deixou de auferir em consequência da sua má conduta.

A decisão foi tomada pelos juízes desembargadores do Tribunal da Relação de Évora, na sequência de um recurso da empresa, que não se conformou com a absolvição da empregada, em primeira instância, no Tribunal do Trabalho. O estabelecimento em causa situa-se na praia da Rocha, Portimão, e, além de cafetaria, tem por atividade a venda de produtos alimentares regionais.