Premium

Vara entra pela mesma porta que Salgado usou

Vara entra pela mesma porta que Salgado usou

Dez anos depois de Oliveira e Costa, o Parlamento volta a receber um banqueiro preso. Armando Vara vai ser ouvido na sexta-feira à tarde na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) à Recapitalização e Gestão da Caixa Geral de Depósitos (CGD), que lhe recusou a possibilidade de testemunhar por escrito e o obrigou a declarações presenciais.

A diferença é que se o primeiro estava em prisão preventiva, já o antigo dirigente socialista encontra-se há cinco meses encarcerado no Estabelecimento Prisional de Évora.

A cumprir uma pena de cinco anos por tráfico de influências no caso Face Oculta, o ex-administrador do banco público será ouvido na sala 6. A escolha da maior das salas das comissões parlamentares partiu da Secretaria-Geral e dos Serviços de Segurança do Parlamento, em articulação com a Guarda Prisional, tendo em conta a afluência que é esperada, apurou o JN.