Benfica

Vieira ouvido no DIAP como arguido por chamar "capanga" a dirigente do Canelas

Vieira ouvido no DIAP como arguido por chamar "capanga" a dirigente do Canelas

Em entrevista à BTV, o presidente do SLB apelidou de "capanga" dirigente do Canelas 2010, que apresentou queixa-crime no DIAP.

Foi enquanto arguido e por causa de um crime de difamação que Luís Filipe Vieira foi, esta quarta-feira, ouvido no Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Lisboa. Em causa estão declarações prestadas durante uma entrevista dada ao canal do clube encarnado, em novembro ano passado, na qual apelidou de "capangas ligados ao F. C. Porto" quatro pessoas que estavam a assistir ao jogo entre o Desportivos das Aves e o Benfica. Um deles, Vítor Silva, conhecido como "Catão", então dirigente do Canelas 2010, apresentou queixa no Ministério Público, levando agora à constituição como arguido do presidente do Benfica.

Na entrevista, Luís Filipe Vieira explicava haver um clima de intimidação no futebol português e exemplificou as alegações com um episódio da partida que se jogou a 22 de outubro do ano passado. "Lembro-me perfeitamente, num jogo que tivemos com o Aves, tivemos quatro capangas atrás de nós, precisamente identificados com esses senhores. Estão lá as fotos deles todos", disse o dirigente encarnado.

ver mais vídeos