Operação Éter

Interrogatórios sobre suspeitas no Turismo do Norte continuam no domingo

Interrogatórios sobre suspeitas no Turismo do Norte continuam no domingo

O Tribunal de Instrução Criminal do Porto vai prosseguir no domingo os interrogatórios aos detidos por alegada viciação de procedimentos de contratação pública.

A continuação dos trabalhos no domingo estava dependente da anuência dos funcionários judiciais, que, segundo o advogado de um dos arguidos, foi obtida.

Acrescentou que o Tribunal de Instrução Criminal (TIC) prosseguia, a meio tarde, o segundo dia de interrogatórios ao presidente do Turismo Porto e Norte de Portugal, Melchior Moreira, principal dos cinco arguidos do processo.

Além de Melchior Moreira, foram detidos pela PJ por alegada viciação de procedimentos de contratação pública, no âmbito da denominada operação Éter, Isabel Castro, diretora operacional do Turismo do Porto e Norte de Portugal, Gabriela Escobar, jurista daquela entidade, Manuela Couto, administradora da W Global Communication (antiga Mediana) e José Agostinho, da firma Tomi World, de Viseu.

Todos os arguidos manifestaram, inicialmente, intenção de responder às perguntas do juiz de instrução criminal.

As medidas de coação dos arguidos só serão decididas no final de todos os interrogatórios.

PUB

As cinco pessoas foram detidas pela PJ na quinta-feira, numa operação que incluiu buscas em entidades públicas e sedes de empresas.

Em causa estarão ajustes diretos realizados nos últimos dois a três anos que ultrapassam um total de cinco milhões de euros.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG