Pânico

Interrompeu missa em Espinho e foi detido

Interrompeu missa em Espinho e foi detido

Um homem com cerca de 20 anos foi detido e identificado, este domingo de manhã, em Espinho, depois de ter interrompido a missa na Igreja Matriz.

A missa que estava a decorrer às 11 horas na Igreja Matriz de Espinho foi repentinamente interrompida pelo indivíduo que, afirmando, "sou enviado de Deus, venho fazer justiça", se encaminhou em direção ao padre que presidia à homilia.

Um agente da PSP que se encontrava na igreja, fora de serviço, acabou por reter o homem até à chegada da patrulha da PSP que o identificou.

PUB

O momento criou pânico generalizado porque os fiéis pensavam que se tratava de um atentado.

O homem incorre no crime de Impedimento, perturbação ou ultraje de ato de culto.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG