Exclusivo

José Sócrates saberá até ao final de março se vai a julgamento

José Sócrates saberá até ao final de março se vai a julgamento

Ex-primeiro-ministro foi detido há seis anos. Sindicato do Ministério Público e Ordem dos Advogados divergem quanto a forma de acelerar megaprocessos.

José Sócrates e restantes 27 arguidos acusados na Operação Marquês deverão ficar a saber no primeiro trimestre do próximo ano se vão, ou não, a julgamento e, se sim, em que termos, apurou o JN. Este sábado, assinalam-se seis anos desde que o ex-primeiro-ministro (2005-2011) foi detido, a 21 de novembro de 2014, ao aterrar no Aeroporto de Lisboa. Em causa estão crimes, entre outros, de corrupção e branqueamento de capitais, alegadamente praticados entre 2006 e 2014.

Desde o início de 2019 que decorre no Tribunal Central de Instrução Criminal (TCIC), em Lisboa, a instrução do processo. No fim do debate instrutório, a 3 de julho deste ano, o juiz Ivo Rosa alegou que, dada a complexidade da Operação Marquês, seria "humanamente impossível" proferir uma "decisão justa" no prazo de 10 dias previsto na lei e remeteu para "data oportuna" o anúncio de quando é que aquela seria comunicada. Quatro meses e meio depois, subsiste o silêncio.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG