Agressão

Jovem agredido em Gondomar não resistiu aos ferimentos

Jovem agredido em Gondomar não resistiu aos ferimentos

A família do jovem de 14 anos violentamente agredido no sábado à noite, em Baguim do Monte, Gondomar, lamentou, na noite de segunda-feira, via Facebook, a morte do rapaz.

O tio Pedro Teixeira, que tem dado notícias sobre o estado de saúde de Hugo Gonçalo, publicou há instantes: "Perdi o meu querido sobrinho. Ele não resistiu", pode-se ler na página de Facebook.

Hugo Gonçalo tem estado a lutar pela vida, nos cuidados intensivos do Hospital de S. João no Porto, desde sábado à noite, quando foi agredido por Mário Sousa, de 16 anos, que foi entretanto detido pela Polícia Judiciária do Porto.

Recorde-se que, segundo a PSP, o jovem teria morrido no Hospital de São João, às 3.30 horas de sábado, mas fonte da Polícia Judiciária acabaria por revelar ao JN que Hugo Gonçalo se encontrava em estado grave naquela unidade hospitalar.

A informação da morte do jovem foi prestada por fonte da PSP, que esta segunda-feira de manhã, contactada pelo JN, insistia na morte de Hugo Gonçalo.

Mais tarde, em comunicado, a direção nacional da PSP referiu que a informação da morte de Hugo Gonçalo foi "originada por fonte não oficial, junto do estabelecimento hospitalar" e que "veio comprovar-se não corresponder à realidade". A PSP lamentou o "lapso, bem como os transtornos que possam ter sido causados".

PUB

De acordo com um comunicado da PJ, entretanto divulgado, o alegado agressor terá atingido "violentamente a vítima na cabeça, tendo aquela caído inanimada no solo, sendo de imediato transportada para o hospital, onde ainda se encontra em estado muito grave".

No comunicado, a PJ refere ter identificado e detido, "fora de flagrante delito, o presumível autor deste "crime de homicídio, na forma tentada", que ocorreu na noite de sábado, em Gondomar, distrito do Porto.

"Os factos ocorreram num contexto de ameaças mútuas, proferidas através do Facebook, motivadas por um conflito relacionado com uma namorada", refere a PJ, acrescentando que "o suspeito cruzou-se com a vítima nas imediações da estação de metro de Baguim do Monte", sendo que depois, "após uma breve troca de palavras, envolveram-se num confronto físico".

A PJ salienta ainda que, nessa sequência, "o suspeito, munido com objeto metálico, terá agredido violentamente a vítima na cabeça".

O detido, de 16 anos, entregou-se cerca das 12 horas de domingo na esquadra da PSP.

Depois de ouvido esta terça-feira no Tribunal de Instrução Criminal (TIC) do Porto, ficou em prisão preventiva.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG