Premium

Jovem do Porto morta pela PSP foi atingida por duas balas

Jovem do Porto morta pela PSP foi atingida por duas balas

Autópsia à vítima mortal baleada por um PSP revelou dois ferimentos, um deles de raspão. Namorado cadastrado continua desaparecido.

Inês Carvalho, a jovem, de 23 anos, baleada pela PSP quando se encontrava num carro roubado com o namorado, que tentou atropelar polícias anteontem em S. João da Madeira, aquando de uma tentativa de furto, foi atingida por duas balas. O namorado, que dez minutos após a fuga abandonou a vítima no chão da Urgência do hospital, continua em parte incerta.

Os primeiros resultados da autópsia ao corpo de Inês Carvalho confirmaram o que a Polícia Judiciária (PJ) do Porto já tinha constatado logo nas primeiras horas: a vítima foi atingida por dois tiros. Um no peito, que se revelou fatal, e um segundo, de raspão, na mesma zona do corpo.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG