Aveiro

Jovem lucrava oito mil euros mensais com burlas no MB Way

Jovem lucrava oito mil euros mensais com burlas no MB Way

A Polícia Judiciária deteve um homem de 23 anos suspeito de largas dezenas de burlas informáticas através do MB Way. Terá lucrado mais de 200 mil euros em menos de dois anos.

O jovem, residente nos arredores de Aveiro, contactava pessoas com bens à venda em plataformas "online" e convencia-as a aderir ao serviço MB Way para fazer o pagamentos dos referidos artigos. Porém, "ardilosamente", associava um telemóvel seu à conta bancária das vítimas ficando assim com poder para as manipular.

A PJ estima que o esquema terá começado em 2018 e que tenha rendido mais de 200 mil euros ao suspeito. Em comunicado, a força policial avança que, em mais de 700 lançamentos ocorridos ao longo de 20 meses que foram analisados, conseguiu encontrar provas de depósitos a favor do burlão de mais de 150 mil euros, ou seja, uma média de cerca de 8 mil euros por mês.

Após investigação, a PJ conseguiu identificar o suspeito, de 23 anos e sem ocupação profissional conhecida. Foi detido, fora de flagrante delito, em cumprimento de mandado de detenção emitido pelo DIAP de Aveiro por suspeita dos crimes de falsidade informática, burla informática agravada e acesso ilegítimo.

A ação desenvolvida implicou a obtenção de informações junto de entidades sedeadas fora da jurisdição nacional que permitiram ligar o suspeito, desde 2018, à utilização de plataformas de negociação "online" - como os mercados Forex, CFDs, Criptomoedas, Commodities e de pagamentos através de carteira virtual - por onde passaram parte dos valores retirados das contas bancárias das vitimas.

O detido foi apresentado às Autoridades Judiciárias na comarca de Aveiro, para primeiro interrogatório judicial tendo-lhe sido aplicadas as medidas de coação de apresentações bi-diárias, proibição de utilização de meios eletrónicos e proibição de contactos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG