Exclusivo

Jovens presos por matarem colega em "jogo de morte"

Jovens presos por matarem colega em "jogo de morte"

PJ deteve dois suspeitos de assassinar rapaz institucionalizado por asfixia e atirar corpo a um poço, em Palmela. Têm 16 e 17 anos.

Lucas Miranda, de 15 anos, morreu durante o que terá sido um "jogo de morte" entre rapazes, ao que tudo indica por asfixia, numa espécie de prova de resistência e coragem. A Polícia Judiciária (PJ) deteve dois jovens, de 16 e 17 anos, que, tal como Lucas, estavam institucionalizados no Centro Jovem Tabor, em Palmela. Terão depois atirado o corpo embrulhado num lençol para um poço seco, situado perto. Por isso, para além do crime de homicídio, são suspeitos também do de profanação de cadáver.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG