Justiça

Judiciária encontrou impressões digitais de Pedro Dias

Judiciária encontrou impressões digitais de Pedro Dias

O laboratório de Polícia Científica da PJ identificou impressões digitais parciais deixadas por Pedro Dias na Quinta da Eira, perto de Paços, Vila Real, e confirmou o que não passava de suspeita há oito dias.

Alertadas pelos donos, GNR e PJ viram logo que havia uma porta com sinais de arrombamento, sangue num mesa, sinais de uma refeição recente e até o detalhe de o comando da televisão não estar no local onde era por regra deixado pelos donos.

Os exames científicos indicaram que, há uma semana, o perímetro de buscas continuava certo. Depois disso, na segunda-feira seguinte, desapareceu um jipe Land Rover Defender de outra quinta, não muito distante da da Eira, do qual ainda não há sinal até hoje.

Soube-se que a PJ acedeu às imagens de vigilância das fronteiras e autoestradas, sem detetar a viatura. De então para cá, os outros alertas têm sido inconclusivos.