Exclusivo

Juiz Ivo Rosa dá dez dias a Zeinal Bava para devolver 6,7 milhões ao GES

Juiz Ivo Rosa dá dez dias a Zeinal Bava para devolver 6,7 milhões ao GES

Ex-administrador da PT alegou que quantia faz parte de 25,2 milhões para comprar ações de que terá sido depositário. MP defende que foi subornado por Ricardo Salgado.

O juiz Ivo Rosa deu dez dias ao ex-administrador da Portugal Telecom (PT) Zeinal Bava para devolver 6,7 milhões de euros à massa falida de uma empresa do Grupo Espírito Santo (GES), cujo processo de insolvência corre atualmente num tribunal do Luxemburgo. O prazo começa a contar a partir do momento em que o gestor, de 55 anos, for notificado da decisão instrutória da Operação Marquês, proferida na última sexta-feira.

O Ministério Público (MP) defende, na acusação, que o montante integra os 25,2 milhões de euros que Ricardo Salgado, ex-presidente do Banco Espírito Santo (BES), terá pago em "luvas" ao gestor, entre 2007 e 2011, para que este beneficiasse aquela instituição financeira em detrimento dos interesses da PT, então parcialmente pública. Na instrução, Bava contrapôs, porém, que fora só depositário daquela quantia, destinada a financiar a compra de ações por altos quadros da companhia, de modo a que estes continuassem na PT após esta ser privatizada. Acrescentou que, depois de sair da empresa, em outubro de 2014, devolvera 18,5 milhões, querendo então restituir os restantes 6,7 milhões ao seu credor legítimo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG