Exclusivo

Juiz não quer ouvir bispos sobre padre acusado de coação sexual de menor

Juiz não quer ouvir bispos sobre padre acusado de coação sexual de menor

O juiz de Viseu Pedro Magalhães acaba de recusar a audição de três bispos e três padres na instrução do processo em que o sacerdote Luís Miguel Costa vai tentar contrariar a acusação por dois crimes sexuais contra um menor.

A audição daquelas seis testemunhas tinha sido requerida pelo arguido. Tratavam-se dos bispos de Viseu, D. António Luciano, e da Guarda, D. Manuel Felício, bem como do bispo auxiliar do Porto, D. Armando Esteves Domingues; os três padres arrolados como testemunhas exercem funções da Diocese de Viseu.

As testemunhas tinham sido arroladas para que atestassem a alegada idoneidade e o caráter do arguido, mas o juiz de instrução criminal de Viseu indeferiu o pedido da defesa, argumentando que as mesmas não tinham interesse para esta fase do processo, por não terem presenciado os factos que constam da acusação.

Mais Notícias