Sporting

Juve Leo de "consciência tranquila", com confiança em Mustafá e ao lado de Varandas

Juve Leo de "consciência tranquila", com confiança em Mustafá e ao lado de Varandas

A Juve Leo emitiu um comunicado, esta sexta-feira à noite, na sequência da investigação ao ataque à Academia de Alcochete e às suspeitas do envolvimento do líder da claque sportinguista, "Mustafá".

A nota divulgada pela claque leonina começa por considerar a investigação em curso "descabida e sem fundamentos verdadeiros", acusando-a de retirar "o foco de casos que estão a decorrer noutras instâncias jurídicas, fazendo com que esses sejam desvalorizados".

"Vimos informar, principalmente os sócios da Juve Leo, que a Direção está perfeitamente de consciência tranquila, e de uma forma transparente, e com rigor, a levar a cabo o projeto que elaborou para esta época, tendo, no seu Presidente/Líder, a maior confiança e o reconhecimento, no excelente trabalho desempenhado, com um objetivo único, que é o apoio ao Sporting Clube de Portugal, seja no futebol profissional, seja nas modalidades, em que sempre marcamos presença assídua e com um apoio cada vez mais dedicado", lê-se no comunicado, publicado no Facebook da Juve Leo.

A claque garante que não irá permitir nem tolerar que "a Juventude Leonina seja constantemente alvo de calúnias e tentativas de assalto ao poder, por pessoas sem o mínimo de dignidade (...)", acrescentando que a estrutura está "muito bem organizada e bem coordenada" por Nuno Mendes, mais conhecido por "Mustafá".

"Sabemos que temos um longo caminho para precorrer no melhoramento nas diversas áreas da claque, sempre com o objetivo de ser os melhores e ir corrigindo os erros e situações adversas, com que nos deparamos a cada dia, mas acreditamos e sabemos que conseguimos pois somos a Juve Leo", admite a nota.

O comunicado termina com juras de amor ao presidente Frederico Varandas, que prometem apoiar sempre. "Não aceitamos que possam pôr isso em causa e tentem usar argumentos falsos, somente com o intuito de destabilizar."