Sinistros

Kamikazes ao volante simulam acidentes para burlar seguros

Kamikazes ao volante simulam acidentes para burlar seguros

Companhias apenas conseguem provar 13% de burlas no ramo automóvel.

As companhias de seguros portuguesas perdem, anualmente, em sinistros simulados, mais de 30 milhões de euros e apenas nos ramos automóvel e multirriscos (que diz respeito a habitações e a empresas). Mas este valor representa, respetivamente, apenas 13% e 4% dos sinistros suspeitos que serão cerca de 70 mil no total e envolvendo verbas da ordem dos 160 milhões de euros, segundo dados da Associação Portuguesa de Seguradores (APS). O mesmo é dizer que, muitas vezes, o crime compensa. E as fraudes predominam nas classes mais favorecidas economicamente (com algumas exceções no ramo automóvel e acidentes de trabalho).

Leia a nossa Edição Impressa ou tenha acesso a todo o conteúdo no seu computador, tablet ou smartphone assinando a versão digital aqui

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG