Exclusivo

Ladrões espiaram Polícia para roubar carrinhas e casas

Ladrões espiaram Polícia para roubar carrinhas e casas

Um grupo de seis assaltantes detidos quinta-feira, por roubos a vivendas e carrinhas de transporte de dinheiro, usava métodos de vigilância sofisticados, incluindo eletrónica, e espiou a própria Polícia Judiciária (PJ) de Braga.

O gangue terá roubado cerca de 250 mil euros, 80 mil em cada um dos dois roubos a carrinhas, em Gondomar e Famalicão, e 50 mil em dinheiro (mais algumas dezenas de milhares em joias e automóveis) no assalto a casa de duas idosas em Famalicão. Tentaram ainda, sem êxito, roubar pelo menos outra carrinha, em Ermesinde.

Em conferência de imprensa, os inspetores António Gomes e Henrique Correia, respetivamente diretor e adjunto da PJ de Braga, salientaram que a investigação "foi difícil e complicada", quer pelos cuidados que os suspeitos punham nas operações que efetuavam, quer pelo uso de medidas eletrónicas de contravigilância da PJ, para tentar anular escutas e comunicações policiais. Sobre este assunto, aqueles polícias não adiantaram pormenores.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG