Tráfico

Lancha com 119 jerricãs de combustível encontrada em Viana do Castelo

Lancha com 119 jerricãs de combustível encontrada em Viana do Castelo

Uma lancha rápida, com 119 jerricãs de combustível, foi encontrada hoje na margem sul do rio Lima, na freguesia de Deão, em Viana do Castelo, presumivelmente associada ao narcotráfico.

"Tudo indica que a embarcação veio por terra e estava a ser colocada na água. A embarcação é tipicamente para a atividade de narcotráfico, muito provavelmente seria utilizada para transporte de droga", afirmou disse à agência Lusa o capitão do porto de Viana do Castelo, o ​​​capitão-de-fragata Silva Lampreia.

Trata-se de uma lancha de alta velocidade, com 14 metros de comprimento, equipada com três motores de 200 cavalos de potência.

A embarcação foi encontrada pela Polícia Marítima (PM), cerca das 8 horas, durante uma ação de fiscalização no rio Lima, tendo sido acionada a Polícia de Investigação do Comando Geral da PM e um grupo forense para recolha de prova.

"É a primeira vez que é encontrada uma embarcação do género no rio Lima, sendo uma preocupação constante da PM que se veio agora a materializar nesta situação", afirmou o capitão do porto da capital do Alto Minho.

Segundo Silva Lampreia, a lancha de alta velocidade foi encontrada abandonada "junto a um talude situado na margem do rio, com a popa metida no rio e com os 119 jerricãs com 2300 litros de combustível espalhados por todo o lado".

"Tudo indicia que a embarcação estava a ser colocada na água quando alguma coisa correu mal. Deve ter caído e deve ter um rombo no fundo. Estão a ser implementadas medidas de proteção para impedir que o combustível que está a libertar polua as águas do rio", explicou.

PUB

A embarcação foi apreendida e vai ser removida, por via terrestre.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG