Futebol

Líder dos "Super Dragões" cercado por benfiquistas no aeroporto de Lisboa

Líder dos "Super Dragões" cercado por benfiquistas no aeroporto de Lisboa

O regresso ao continente do líder da claque portista "Super Dragões", Fernando Madureira, após deslocação à Madeira, ficou marcado por um momento de tensão no aeroporto de Lisboa, que só foi serenado com intervenção da PSP.

Fernando Madureira foi reconhecido por um conhecido taxista afeto ao Benfica quando estava a sair do Aeroporto Humberto Delgado, para entrar num carro que o traria ao Porto.

Segundo apurou o JN, a viatura foi cercada por vários elementos, alegadamente taxistas afetos ao Benfica. Madureira saiu da viatura para confrontar as pessoas que o impediam de seguir viagem e seguiu-se um momento de tensão, que terá envolvido agressões mútuas, segundo apurou o JN.

Uma testemunha disse ao "Jornal de Notícias" que viu pelo menos uma pessoa caída no chão. Madureira argumentou que o confronto foi apenas verbal, que se ficou por uma troca "de bocas" entre portistas e benfiquistas.

Ninguém apresentou queixa, pelo que, pelo menos oficialmente, não há agressões registadas.

Quando a confusão começou, estava apenas um polícia nas imediações. Os reforços chegaram depressa e a situação foi serenada, com Madureira a reentrar no carro para seguir viagem para o Porto.

Fonte oficial da PSP de Lisboa confirma que esta manhã houve "um foco de tensão, mas uma situação pontual que não deu lugar a agressões nem a elaboração de expediente".

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG