O Jogo ao Vivo

Justiça

Lista internacional de jiadistas dá informação à Judiciária

Lista internacional de jiadistas dá informação à Judiciária

São 22 mil os nomes que constam de uma lista de candidatos a elementos do autoproclamado "Estado Islâmico" roubada ao chefe da polícia interna da organização, divulgada pela cadeia de televisão britânica Sky News. Entre eles, haverá dez a 12 elementos com ligações a Portugal, portugueses e lusodescendentes.

Para lá dos nomes, a lista despertou o interesse das autoridades judiciárias mundiais e Portugal não é exceção. A Polícia Judiciária (PJ) está a dar toda a importância ao documento que, além de poder confirmar quem são os lusodescendentes em causa, contém elementos essenciais, como contactos telefónicos e emails, bem como os países de passagem para integrar o Estado Islâmico (EI), o que permite fazer um mapeamento de ligações. Apesar de os números de telemóvel poderem ser "descartáveis", ou estarem desatualizados, podem ajudar a estabelecer contactos, com que regularidade e onde. E o mesmo acontece com emails, ainda que o EI possa ter agido no sentido de criar proteções.

A ministra da Administração Interna, Constança Urbano de Sousa, confirmou ontem mesmo, em Bruxelas, que as autoridades portuguesas já estavam a avaliar a lista. Mas disse que não é de esperar "nenhuma novidade". Também a procuradora-geral da República, Joana Marques Vidal, admitiu que os documentos estão a ser analisados "no âmbito dos processos que já existem sobre essa matéria".

Ainda que não fale oficialmente sobre o assunto, o JN sabe que a Unidade Nacional de Contra Terrorismo está a trabalhar na tradução dos documentos, a par com os serviços de informações (SIS e SIED), que tiveram igualmente acesso à listagem divulgada pela "Sky News", mas através de congéneres europeus. Para a PJ, a importância não reside nos nomes, mas sim em dados como a data de morte, para atualização de ficheiros.

Para o especialista em cibersegurança Vasco Amador, da Global Rysk Awareness, a lista "pode conduzir à sedimentação de informação já na posse das autoridades. Mas nota-se que na net, assim como na darkweb, aumentou o tráfego de conctatos entre elementos com ligações aos jiadistas. E isso pode trazer muitas vantagens".

A lista chegou à Sky News através de um antigo combatente do EI, que abandonou as fileiras extremistas conseguindo trazer uma pen com a informação.

*COM JOÃO GUERREIRO FRANCISCO

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG