Premium

Luvas de 25 mil euros para Hermínio em marisqueira de Matosinhos

Luvas de 25 mil euros para Hermínio em marisqueira de Matosinhos

Hermínio Loureiro e "Zito", o seu ex-secretário e homem de confiança, são acusados de terem auferido subornos em dinheiro, como contrapartida de contratos públicos com a Câmara de Oliveira de Azeméis ilicitamente atribuídos a empresas amigas.

A acusação do Ministério Público (MP) descreve episódios de entrega de luvas, em notas, ao ex-autarca, ex-secretário de Estado e atual vice-presidente na Federação Portuguesa de Futebol, e ainda ao líder do PSD oliveirense.

Baseado em diligências e escutas telefónicas efetuadas pela Polícia Judiciária, o MP refere que, a 17 de novembro de 2016, pouco antes de renunciar à presidência da autarquia, Hermínio terá recebido 25 mil euros num jantar com João Sá (ex-deputado do PSD e posteriormente empresário) e os empresários do setor da construção António Couto e Filipe Marques.