Exclusivo

Mãe atirou filho autista ao poço e desceu para o afogar

Mãe atirou filho autista ao poço e desceu para o afogar

Crime aconteceu no verão do ano passado em aldeia de Mirandela. Mulher acusada pelo Ministério Público de ter premeditado homicídio.

Planeou o crime. Queria matar o filho autista, de 17 anos, e deu-lhe um potente medicamento antipsicótico antes de o empurrar para um poço, onde era suposto afogar-se sozinho. Mas quando Fátima Martinho, 52 anos, se apercebeu de que Eduardo José se mantinha à tona da água, não hesitou em descer e, com as mãos e os pés, afogou-o. É por estes factos, cometidos em julho do ano passado, na aldeia de Cabanelas, Mirandela, que a mulher foi recentemente acusada pelo Ministério Público (MP) do crime de homicídio qualificado.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG