O Jogo ao Vivo

Porto

Mãe que abanou bebé condenada a três anos de cadeia

Mãe que abanou bebé condenada a três anos de cadeia

A mãe que abanou o filho, de apenas um mês de vida, ao ponto de lhe provocar graves lesões cerebrais, foi condenada esta tarde a três anos de prisão. Irá cumprir a pena em regime de permanência na habitação.

O Tribunal de São João Novo, no Porto, condenou a mãe, de 29 anos, por um crime de violência doméstica a três anos de prisão. O coletivo deixou em aberto a possiblidade de a arguida cumprir a pena em regime de permanência na habitação, monitorizada por pulseira eletrónica, o que, após uns minutos de reflexão, foi aceite por parte da arguida.

A mãe foi ainda condenada à inibição de poder paternal durante 10 anos, estando sujeita à proibição de exercer atividades profissionais que lidem com crianças em idade pré-escolar e a pagar uma indemnização de vinte mil euros à criança.

O caso deu-se em outubro de 2018. O bebé, que tinha apenas um mês de vida, chorava prolongadamente devido a uma doença. Durante dias, a mãe, de 29 anos, abanou-o várias vezes na tentativa de o fazer calar, ao ponto de lhe provocar graves lesões no cérebro, deixando-o às portas da morte.

O recém-nascido teve de ser internado nos cuidados intensivos do Hospital de S. João, no Porto, onde a mulher voltou a maltratá-lo. A criança foi entregue a uma família de acolhimento, mas continua a correr sérios riscos devido às sequelas das lesões.

A mãe, residente em Famalicão, tinha ficado a guardar julgamento em prisão preventiva.