Exclusivo edição impressa

Máfia da amêijoa escraviza imigrantes

Máfia da amêijoa escraviza imigrantes

Imigrantes ilegais são nova vaga de mão de obra barata. Entre 100 a 200 apanhadores detetados pela Polícia Marítima a viver em antigas pocilgas de porcos.

A apanha ilegal de amêijoa está a ser alimentada por uma nova vaga de mão de obra ilegal, barata e quase escrava, oriunda da Ásia através de circuitos de tráfico de pessoas e imigração ilegal. Este novo esquema criminoso foi detetado pelo Serviço de Investigação da Polícia Marítima, em recolha de informação sobre as rotas de amêijoa para Espanha e Itália.

Leia a nossa Edição Impressa ou tenha acesso a todo o conteúdo no seu computador, tablet ou smartphone assinando a versão digital aqui