Óbito

Morreu o mandante do massacre do "Meia Culpa"

Morreu o mandante do massacre do "Meia Culpa"

José Queirós, o mandante do massacre do bar de alterne "Meia Culpa", em Amarante, onde faleceram 13 pessoas em 1997, morreu na quarta-feira de doença prolongada.

O homem, que estava em liberdade condicional desde maio de 2017, tinha sido internado em janeiro deste ano, por causa de diversas doenças, incluindo um cancro.

José Queirós foi condenado a 25 anos de prisão, pela prática, como autor, de um crime de incêndio, de 13 crimes de homicídio qualificado consumados e de 22 crimes de homicídio qualificado tentados, por factos ocorridos em 1997.

Na altura, José Queirós era dono do "Diamante Negro", também em Amarante, que era concorrente direto do "Meia Culpa".

O funeral está marcado para sexta-feira, na Igreja de S. Pedro e o corpo seguirá para o cemitério de Amarante. Devido às restrições da pandemia, o funeral será realizado apenas na presença da família.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG