Exclusivo

Mata cunhada a tiro por divergência sobre obras em casa

Mata cunhada a tiro por divergência sobre obras em casa

Uma mulher, de 30 anos, foi morta a tiro pelo cunhado, num precário complexo habitacional, junto de terrenos agrícolas, em Montemor-o-Velho. O crime resultou, terça-feira à noite, de uma discussão familiar. O autor dos disparou fugiu do local e está a monte.

Segundo apurou o JN, o caso teve lugar cerca das 21 horas, depois de uma conversa em família, na qual a vítima, Lígia Monteiro Ramires, mostrou vontade de fazer obras em casa, para alargar uma das divisões e poder alojar os seus três filhos, que estão institucionalizados.

A discórdia sobre as obras gerou uma discussão violenta entre os elementos da família. Neste contexto, o cunhado de Lígia terá pegado numa espingarda de canos serrados, agrediu à coronhada o irmão Adolfo, marido da vítima, e disparou dois tiros que atingiram Lígia no pescoço e na cabeça.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG