Setúbal 

Matou patrão com martelo por recusar pagar mais que o combinado em obra

Matou patrão com martelo por recusar pagar mais que o combinado em obra

Um homem, de 47 anos, matou com um martelo o patrão, de 72, por recusa de pagamento numa obra em Setúbal. O homicídio ocorreu esta terça-feira enquanto agressor e vítima se encontravam a pintar um apartamento na zona do Bonfim.

O agressor, conhecido pelas autoridades por consumo de estupefacientes, foi detido pela Polícia Judiciária de Setúbal. Aos inspetores, ainda alegou que a vítima tinha sofrido uma queda fatal, mas a versão não foi convincente.

O caso ocorreu pela hora de almoço de terça-feira. Os dois estavam a pintar um apartamento em Setúbal, quando o suspeito pediu dinheiro ao patrão. Este recusou, alegou que já tinha pagado o combinado e os dois começaram a discutir. O suspeito pegou num martelo e atingiu a vítima na cabeça várias vezes, acabando por lhe causar a morte. As autoridades foram alertadas e deslocaram-se ao local do crime, onde se encontravam suspeito e vítima.

PUB

A PJ inspecionou o local do crime e encontrou o martelo utilizado pelo homicida.

O suspeito acabou por ser detido por homicídio qualificado e foi esta quarta-feira presente ao Tribunal de Setúbal para aplicação de medidas de coação, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação mais gravosa, prisão preventiva.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG