Palmela

Mecânico que atingiu vizinho a tiro indiciado por homicídio

Mecânico que atingiu vizinho a tiro indiciado por homicídio

O homem que atingiu mortalmente a tiro um vizinho, na noite de sábado, em Águas de Moura, foi esta quarta-feira formalmente detido pela Polícia Judiciária.

António Vilela, autor dos disparos de caçadeira que atingiram mortalmente Afonso Silva depois de este o ter agredido com uma sachola agrícola, na noite de sábado, em Águas de Moura, estava sob custódia policial enquanto aguardava por alta hospitalar no serviço de neurocirurgia do hospital Garcia de Orta, em Almada. O mecânico de 55 anos vai responder em tribunal pelo crime de homicídio qualificado.

Ao que o JN apurou, o uso abusivo do quintal de Afonso Silva, que estaria muitas vezes ocupado com viaturas que António Vilela consertava na sua oficina, motivaram as agressões.

As perícias iniciais da PJ permitiram perceber que António Vilela atingiu a vítima com o objetivo de lhe causar a morte. No âmbito de diligências probatórias entretanto realizadas, foi apreendida a arma de fogo utilizada, cartuchos deflagrados e mais de uma centena por deflagrar, bem como uma sachola agrícola e outras duas armas de fogo.

O detido será esta quarta-feira presente a primeiro interrogatório judicial, para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG