Exclusivo

Mecânico viola amiga de infância que encontrou em bar de alterne

Mecânico viola amiga de infância que encontrou em bar de alterne

Sujeitou mulher a sevícias e ameaçou-a: "Se abres a boca, mato-te a ti e aos teus filhos". Está a ser julgado por violação e coação agravada.

Foi a um bar de alterne de Castro Daire e encontrou uma amiga de infância, a quem ofereceu boleia para casa. Mas, no caminho, fez um desvio e violou a mulher, sujeitando-a a atos de tortura e forçando-a até a comer fezes. Se ela contasse o sucedido a alguém, matava-a a ela e aos filhos, ameaçou ainda o homem, um mecânico, de 37 anos, casado, que acabou por ser detido pela Polícia Judiciária do Porto e está a ser julgado, no Tribunal de Viseu, por crimes de violação e coação agravada.

De acordo com a acusação do Ministério Público (MP) de Viseu, o homem, conhecido pela alcunha de "Chato", deslocou-se com dois amigos, cerca das três horas do dia 3 de novembro de 2019, a uma casa de alterne na localidade de Monteiras, em Castro Daire. Lá dentro, reconheceu a amiga, que conhecia desde criança. Conversaram e combinaram que ele lhe daria boleia até casa. Eram cerca de cinco horas quando saíram da "boite". Mas, em vez de levar a amiga para casa, "Chato" conduziu o carro até um local ermo, situado junto do campo de futebol de Vilar.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG