PJ

Médico suspeito de violar e abusar de três mulheres em hospital na Covilhã

Médico suspeito de violar e abusar de três mulheres em hospital na Covilhã

Um médico, com 68 anos, foi detido pela Polícia Judiciária (PJ) da Guarda por suspeita de um crime de violação e quatro crimes de coação sexual. Os factos terão ocorrido ao longo dos últimos meses, em contexto hospitalar e sobre três vítimas diferentes na cidade da Covilhã.

Segundo um comunicado da PJ, após denúncia de uma das vítimas, foram desenvolvidas diligências de investigação que permitiram identificar o suspeito da prática dos crimes, bem como as circunstâncias em que os mesmos ocorreram.

O médico, com 68 anos, está indiciado de um crime de violação e de quatro crimes de coação sexual, ocorridos ao longo dos últimos meses na Covilhã, em ambiente hospitalar e sobre três vítimas diferentes.

PUB

O suspeito foi entretanto presente às competentes autoridades judiciárias e interrogado judicialmente. Ficou impedido de exercer a medicina e foi suspenso das funções médico-hospitalares que exercia. Está proibido de contactar com as vítimas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG