O Jogo ao Vivo

Exclusivo

Menor foge de IPSS e resiste à Guarda para ficar na casa dos pais

Menor foge de IPSS e resiste à Guarda para ficar na casa dos pais

Mãe diz que a filha ameaça matar-se, se voltar "à força" para a Misericórdia de Resende. Rapariga tem 17 anos e há 12 foi retirada à família. MP emitiu mandado.

Munida de um mandado de detenção e encaminhamento para instituição social, emitido pelo Ministério Público (MP), a GNR tentou ontem, sem sucesso, retirar da habitação dos pais uma jovem, de 17 anos, que fugiu há um mês da casa de acolhimento onde vivia há vários anos, por ter sido retirada aos progenitores, juntamente com outras três irmãs. A rapariga evadiu-se da Santa Casa da Misericórdia de Resende, alegando não ter liberdade. Desde então, encontra-se em Barcos, Tabuaço, junto da família.

Os pais pediram ajuda ao Movimento AMARCA - Associação e Movimento de Alerta à Retirada de Crianças e Adolescentes, para dar entrada com um processo na Justiça, para que Filipa não volte a sair de debaixo do seu teto. Esse apelo não impediu o MP de emitir um mandado de detenção e encaminhamento para a casa de acolhimento, por a jovem ter fugido da Misericórdia. Mas, ontem, os militares da GNR não conseguiram executar o mandado, porque Filipa se recusou a sair da casa dos pais.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG